Biografia: Chomsky (1928)

Noam Avram Chomsky nasceu na Philadelphia, Pennsylvania em 7 de Dezembro de 1928. Ele começou a eastudar cedo no Oak Lane Country Day School e no Central High School. Ele continuou seus estudos na Universidade da Pennsylvania onde ele estudou lingüística, matemática, e filosofia. Em 1955, ele tornou-se Ph. D. na Universidade da Pennsylvania, entretanto, a maioria das suas pesquisas que o levou a este grau foi feita na Universidade de Harvard entre 1951 e 1955. Após receber a sua graduação, Chomsky passou a lecionar no Massachusetts Institute of Technology, onde ele conquistou a Ferrari P. Ward Chair of Modern Language and Linguistics. Noam casou-se com Carol Schatz, em 24 Dezembro de 1949 e teve dois filhos. Noam teve uma grande reputação em lingüística. Aprendeu alguns dos princípios históricos da lingüistica com o seu pai, William. Entre suas muitas realizações, o mais famoso foi o seu trabalho com a gramática generativa, que tornou-se de interesse na lógica moderna e em fundações matemáticas. Tornou-se conhecido como um dos fundadores principais da transformational-generative grammar (gramática transformadora-generativa) , um sistema da análise lingüística que desafia muito a lingüística tradicional e tem muito haver com filosofia, lógica, e psicolingüística. Seu livro Syntactic Structures (1957), revolucionou a lingüística. A teoria de Chomsky sugere que toda declaração humana tem duas estruturas: estrutura de superfície, a superficial combinando com as palavras, e " estrutura funda," que são regras universais e mecanismos. Em termos mais práticos, a teoria discute que os meios para adquirir uma língua é inata em todos seres humanos e são provocados tão logo um "infante" começa aprender os princípios básicos de uma língua. Chomsky desde cedo começou a promover sua crítica radical contra a política, sociedade e economia americana, particularmente a política externa americana. Opôs-se firmemente à Guerra do Vietnã e mais tarde à Guerra do Golfo Pérsico, escrevendo American Power and the New Mandarins (1969) e Human Rights and American Foreign Policy (1978).


Voltar