Entrevistas: Rrancatoco
Por Bruno Feijão Genaro

Pra começar, fale um pouco de como e quando e surgiu a banda.
Phormiga - Bom, a gente se trombo no Narcóticos Anônimos. (Risos)
Gui - Eu estava parado em 2002, o Podrão (batera) era cliente de um trailler de lanches onde eu trabalhava. Ele tinha uma banda e me convidou para ver o show, quando vi pensei: "esse cara curti um som mais porrada". A antiga banda dele parecia Rage Agains The Machine. Falei com ele após o show e resolvemos montar o Rrancatoco. O Phormiga já tava no barato de fazer um som porrada fazia tempo, desde quando eu tocava em uma banda com o baixista (Leandro) que chamava Nervorragia (meio crust, meio hc novaiorquino). Logo após falar com o Podrão falei com o Phormiga e depois com o Leandro e tivemos nosso primeiro ensaio em 16 de fevereiro de 2003.

Quais as principais influências do Rrancatoco?.
Gui - Napalm Death, Ratos de Porão, Brujeria, Doom, Ação Direta, Audio Kollaps, Disgust, Chaos UK, Lobotomia, Terrorizer...
Phormiga - Wando, Pig Destroyer, Cauby Peixoto, eu ouço tudo mano.
Gui - Sem contar o tiozinho breaco do buteco! (risos).
O que Rrancatoco tem de trabalhos produzidos até agora?
Phormiga - Só um CD demo de 7 faixas, mas está saindo outro logo mais.
Gui - A faixa 7 está escondida.
Phormiga - Não conta mané.
Gui - Não falei onde está. Seu anta!

Quais foram os shows mais marcantes até o momento?
Phormiga - O que o Podrão vomito no palco. (risos)
Gui - Napalm Death (sem dúvida), Social Chaos, Ação Direta, Hippie Hunter, Fillas Del Sistema (México).

E qual seria o show do sonho pra vocês abrirem?
Phormiga e Gui - NAPALM DEATH. Terrorizer já que estão voltando, também já tocamos com bandas como o Ação Direta e o Social Chaos que foi legal prá caralho.
Uma curiosidade, quem colocou o nome e qual o significado de Rrancatoco?
Phormiga - O Guigui lançou de ser "Arranca Toco", aí outro falou de ser "Ranca toco" e outro de ser com dois "R". Aí fico assim.
Gui - Nome de banda é maior foda de descolar. Pensávamos em colocar um nome que tivesse haver com o som da banda. Em um dia houve ensaio cheguei com a idéia de "Arranca Toco", o Phormiga disse: ninguém fala assim, fala "Rancatoco", o Pedro: Deixa com os 2 "E" fica diferente e mais aspero. Tipo "RRRRRRRR".
As letras seguem alguma linha de pensamento, procurando sempre exaltar determinados temas cotidianos? Ou variam de acordo com a situação da banda?
Phormiga - Puts, letra é um problema viu. Acho que letra tem que ser espontânea, a gente fala coisa séria mais adora falar merda também.
Como tem sido a reação do público que assiste pela primeira vez a banda?
Phormiga - A galera tem curtido eu acho. Sempre pedem CD.
Gui - É verdade. Sempre achamos que vamos vender pouco cds, no fim (várias vezes) acaba faltando. A grana nem dá pra fazer muitos também (risos). Hoje coloquei a ultima faixa que falta do CD na nossa página no Trama Virtual.

E quais as novidades do Rrancatoco pra este fim de ano restante?
Phormiga - Tem som novo que a gente está fazendo ainda, e vamo tocar na Xuxa também. É só esperar o Studio que o CD sai.
Gui - Vários sons novos, talvez lançaremos um "cdzinho" também..
Deixe uma mensagem pra finalizar:
Phormiga - É isso aí mano! Esperamos tocar em vários lugares ainda, tem sido divertido toca com os caras. Nos shows e nos ensaios sempre rolam altas risadas e vamos levando aí.
Gui - A bagaceira continua.



Contatos:

Trama Virtual: www.tramavirtual.com.br/rrancatoco

Voltar