Bandas Novas: Entrevistas: Espiritos di Porco

Por Bruno Feijão Genaro

Como surgiu a banda? Já houve mudanças na formação?

O Espiritos di Porco é uma banda de hardcore formada em outubro de 2003. A primeira formação contava com Mario(vocal), Costela(guitarra), Gabriel(baixo) e Eduardo (batera), sendo que com o último a banda chegou a fazer apenas alguns shows. No fim de 2004 participamos de um festival caça-bandas em que acabamos ficando com o segundo lugar, porque infelizmente tínhamos que vender  convites, e não vendemos o necessário. Nesse período, tocamos em lugares inusitados como Paranapiacaba, no festival 1028 graus juntamente com as bandas Nitrominds, Inocentes e Bling Pigs. Depois da saída de Eduardo no início de 2005, não demorou muito para o atual baterista e antigo amigo nosso, Mauricio(bodão), entrar na banda. Ele só veio a somar pontos positivos em todos os sentidos. A partir de então começamos a tocar músicas próprias, o que possibilitou a abertura de muitas portas, e com o amadurecimento dos integrantes muitas idéias foram se somando à essa nova imagem sonora por assim dizer. Ultimamente estamos tocando em lugares com uma estrutura melhor, com bandas de renome no cenário independente, tais como: FxOxMxi, Nitrominds, Dance of Days, Zumbis do Espaço, entre outras. E sem pensar em parar, continuamos na luta de crescer cada vez mais, em busca do sonho de fazer um som que a galera curta!
O Espiritos Di Porco hoje é:
Costela - guitarra - vocais
Nego - baixo - vocais
Bodão - batera - vocais
.

Como se define o som e quais as principais influências?
O nosso som é estilo grind metal. Com levadas rápidas e com letras marcantes.
Quem escreve as letras e quais os principais temas abordados?
Todos os integrantes escrevem as letras. Alguma o Tupi que canta outras o Costela que canta. Os principais temas abordados nas letras são brigas, violência animal, destruição global.
A banda já possui demo ou álbuns?
Já sim, lançamos uma demo chamada "Rad Cor du Subi-Mundiu" que saiu em 2005. Estamos com o projeto de lançar um split com outra banda de amigos nosso, o Someons, no meio do ano que vem.
Como é ser uma banda independente no Brasil?
Muito difícil, as pessoas não dão valor no seu trampo. Tipo se sua banda é ruim, eles não tem a boa vontade de te ajudar e falar "Porra cara, sua banda é uma bosta", eles simplesmente dizem.. porra é legal... mais nem curto muito esse som, saca? E na maioria das vezes, o público que vai pra ver a banda de amigos, nunca fica pra ver se as outras bandas são boas e a galera é mó panela, nunca quer ajudar as bandas novas, só as de camaradas!
Comente um pouco sobre alguns shows que marcaram a história da banda.
Tivemos alguns shows marcantes. Uma vez tocamos em um festival em Paranapiacaba com banda de renome do cenário nacional, como: Nitrominds, Inocentes, All The Hats e Blind Pigs. Tivemos um show no Volkana (São Bernardo do Campo/SP), estava lotado tocamos com o Dance of Days e iríamos tocar com o Zumbis do Espaço mas não rolou.
Quais os projetos para 2006?
Sair de Tour 2006, pegar o trem arriscado. Faze vários shows nesse ano que vai entrar e fazer músicas próprias e tentar um reconhecimento de alguma parte do público.
Como tem sido a reação do público que assiste pela primeira vez a banda?
A reação de primeira da galera é de gostar e querer saber mais, graças a deus e a nós mesmo. Quando a gente toca a primeira aceitação da galera é muito boa.
Desde que a banda iniciou suas atividades o que mudou e o que piorou? Está mais fácil para divulgar o trabalho e ter um apoio?
Desde que iniciamos, muita coisa mudou, o estilo da banda, os integrantes. Muita coisa, e em relação a divulgar o trabalho, esta mais fácil devido a internet, a zines que vem saindo, coletâneas virtuais, essas coisas. Está melhorando mais ainda esta muito pequeno.
Deixe uma mensagem pra finalizar:
Bom só gostaria de falar uma coisa: Banda novas não desanimem, a nossa banda é nova ainda, tem apenas 2 anos, mas estamos batalhando pra caramba, pra não acabar, como bandas que estavam conosco nessa jornada e acabaram sem motivo. Mas é isso aí. Quero agradecer ao Zine Kaos, pelo espaço e é assim que tem que ser. Abrindo espaço para bandas novas. Obrigado.


Contatos:
Telefone: (11) 4224-4081
fotolog: www.fotolog.net/espiritosdiporco
tramavirtual: www.tramavirtual.com.br/espiritos_di_porco
purevolume: www.purevolume.com/espiritosdiporco

Comunidade no Orkut: http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=952389
MSN: xcostelax@hotmail.com


 
Voltar