Bandas Novas: Entrevistas:  Dirvegências

Por Bruno Feij„o Genaro

Fale um pouco de como se formou a banda, se já houve mudança de formações e também comente sobre a mudança de som do Divergências.

Bem, não sei se você sabe, mas moramos em Águas de São Pedro, o menor município do Brasil, e aqui é realmente um tédio pra se morar. Depois de um tempo que a banda Skória, de Thrashcore, encerrou suas atividades, eu me juntei ao guitarrista e ao baterista com a idéia de fazer uma banda de Hardcore Melódico, e daí como vocalista, convidamos o Paulinho, um moleque bem maluco de São Paulo que veio morar por essas bandas. Ficamos durante um bom tempo tocando os 4, e vimos que não era bem o que estávamos querendo e cada vez fomos aumentando a velocidade das músicas e também deixando-as mais pesadas, baixando a afinação de mi para ré. Depois de quase 2 anos, entraram para a banda também o Guilherme como guita base e o Bruno como segundo vocal e berros. E agora estamos aí, fazendo cada vez músicas mais sujas, nos afastando do rótulo de "HC Melódico".
Defina o som da banda e cite algumas influências.
Difícil definir o som, pois a gente não se prende a nada pra compor, mas sim aproveitamos sempre aquilo que flui e que achamos legal. Misturamos desde Hardcore, Peso, Fastcore até umas partes funkeadonas, partes arrastadas e por ai vai. Sobre bandas que nos influenciam também é foda de dizer, mas vou citar algumas: 311, Suicidal Tendencies, D.R.I., Rage Against the Machine, Mukeka di Rato, D.F.C., 7 Seconds, Comeback Kid e até Slayer, Rancid, Black Flag, Dead Kennedy's, Beastie Boys... como você pode ver é bem variado o que a galera ouve.
O Divergências carrega alguma "bandeira" ideológica? Quais assuntos são abordados nas letras da banda?
As letras são uma merda (risos). Sei lá cara, não carregamos bandeira ideológica nenhuma, a não ser o uso do álcool, e o amor pelo rock e pelo pebolim (risos). As letras falam sobre qualquer coisa, o que vier na cabeça na hora, por exemplo no CD que está sendo gravado tem letras falando sobre a situação do conformado moderno, sobre gente que quer aparecer, sobre playboyzada idiota, sobre erros (Não erros amorosos que nem na maioria dessas bostas de banda emo) e sobrou até pros "Novos Reggaeros", ou seja aquele playboyzada que se diz de Jah, mas só segue a ideologia do consumismo.
Comente sobre esse novo CD aí, o que você pode nos adiantar?
Estamos terminando a gravação, e o CD que até agora não tem nome definido mas provavelmente vai se chamar apenas "Divergências" mesmo contará com 10 músicas totalmente variadas, indo do skacore em "Ligue Jah!", até o Fastcore de "Guincho". Posso garantir que não segue a linha de banda nenhuma e que está ficando mais rápido e pesado do que imaginamos que iria ficar. Estamos gostando do resultado.
Legal, bom mudando um pouco de assunto, vamo pra merda da política que infelizmente ta aí. Segundo turno está chegando, e aí, quem vai: Lula ou Alckmin?
Quero que os dois sentem num nabo gigante! Vou votar nulo, pode não ser uma escolha sábia, mas pelo menos com o meu voto esses filhos da puta não vão se eleger.
Ok, vamos para um jogo rápido, responda a primeira coisa que vier na cabeça:
Futebol: não curto
Lula: mula
Bush: A banda era uma merda, o presidente, um idiota
Fastcore: Diversão total
Emo: Virus medonho que continua se espalhando
Dead Fish: Tem gente que fala que ficou uma merda, eu acho muito massa
Novela: Faz uns 10 anos que num assisto televisão
Mp3: Gosto, mas acho que a facilidade de conseguir qualquer som acaba por deixar as pessoas sem gostar de verdade de muitas bandas, como era antes.
McDonalds: Lanche é gostoso, mas o preço um absurdo!
Straight-Edge: Acho legal em partes, mas nunca seria um.
Maconha: Um ótimo aditivo pra dar boas risadas e pensar em coisas que não pensaria sem ela
Paixão: Sentimento bonito, porém passageiro, legal é quando se torna a amor!

Bandas como Calibre 12 e R.D.P. apóiam o RAP por ser um estilo, assim com o punk, voltado para a classe menos previligiada financeiramente da sociedade. É verdade que vc tem um grupo de RAP? Fala um pouco da ligação RAP/HARDCORE.
Eu amo rap, amo mesmo, e de fato tenho uma banda de Rap/Rock, o O Que Não Presta, e nosso CD lançamos apenas virtualmente. Amanhã eu entro em estúdio pra gravar um EP solo de rap, que vai ser lançado da mesma forma que o do O Que Não Presta, ou seja, apenas virtualmente. Rap deveria ser mais respeitado pois acho que tem tudo a ver com o Hardcore, o Punk Rock, quanto a atitude, a parada de por a cara pra bater ganhando muito pouco ou não ganhando nada, e é claro, assim como no Hardcore, tem os raps palha também, como essas porcarias de Dogão, Cabal.... Sempre tem os oportunistas, né? O esquema é ouvir rap de verdade: Wu Tang Clan, Beastie Boys, Dead Prez, Public Enemy, Facção Central, SNJ, RZO, Quinto Andar, Black Alien, ou até os Rapcore como Kottonmouth Kings, (Hed) P.E., Quarashi e os nacionais Pavilhão 9, Adrede...
Comente um pouco seu envolvimento com o Alternapira, explique pro pessoal o que é o projeto.
O Alternapira é um Portal de Rock que nasceu em Piracicaba pra fortalecer as bandas da região, fazendo festivais, publicando matérias, resenhas, fazendo sorteios etc. Eu já escrevia no www.hornsup.net há uns 2 anos, e foi então que o Fernando me convidou pra começar a escrever pro www.alternapira.com.br, e como sou um doente por música, quanto mais me envolvo em projetos, mas me sinto alegre.
Pode cre, site alguns sites, portais, selos que você tem visitado ultimamente.
Sites e Portais:
www.alternapira.com.br
www.hornsup.net
www.zonapunk.com.br
www.americanaindependente.com.br
www.420times.com
www.mundocanibal.com.br
www.divergencias.com.br
Selos:
www.laja.com.br
www.dalaranjaaocaos.com.br
www.suburbannoizerecords.com.br
www.onevoice.com.br
www.hrecords.com.br

E o que você mais tem ouvido ultimamente?
Pô, tenho andado bem eclético, vamos lá:
Nacional: Leptospirose, Presto?, Discarga, Facção Central, Quinto Andar, Bunker, U.D.R., Tolerância Zero, D.F.C., Nação Zumbi, Cólera, Merda, Meia Lua e Soco.
Gringo: Led Zeppelin, The Cinematic Orchestra, Massive Attack, Skindred, OPM, Subhumans, Dead Kennedy's, Johnny Cash, Deftones (sempre), Toy Dolls, Black Flag, Bad Acid Trip...
Certo... e quais as novidades para este resto de ano e para 2007?
Então... por enquanto estamos terminando nosso CD pra voltar a tocar aí a toda, divulgando nosso som e chapando no maior número de cidades possíveis, hahaha. E também vamos gravar um video clipe.
É isso ae Mário, valeu pela entrevista, tudo de bom pra você e pro Divergências. Deixe uma mensagem pra finalizar:
Ai, obrigado você pelo espaço, Feijão! E é isso ai molecada, vamo tomá cerveja, comparecer mais nos shows, falar merda e dar muita risada junto com nossos camaradas, pois nossa vida é muito melhor quando estamos perto de pessoas que gostamos. E molecada de franja, desencana dessa vida de bunda-mole aí, vamos parar de ser tão chorão assim!


Contatos:
e-mail: contato@divergencias.com.br    
Site: www.divergencias.com.br
Fotolog:
www.fotolog.com/divergencias_hc
Orkut:
http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=1121634


Voltar