Entrevistas:  DxDxOx (Enrique - vocalista)

Por Yuri Rodrigo Andrare Caldeira para o zine "O Grito", reproduzido legalmente, com o autorização do mesmo, para o zinekaos.com.br

DxDxOx1) Explique como surgiu o DxDxOx e por quantas alterações em sua formação a banda já passou.

E aí Yuri, beleza? Primeiro obrigado pelo interesse na banda e a realização da entrevista. O DxDxOx surgiu da reunião de amigos, que na época iam a todos os shows punk-hardcore-metal possíveis (risos). Todos moravam no mesmo bairro, a Coophatrabalho. Eu entrei depois, a convite do Gordo, Cleiton e Pimpo, que já ensaiavam alguns acordes. Ensaiávamos com equipamento emprestado e às vezes alugado de amigos, na casa do Pimpo, onde começaram a rolar os primeiros sons. Também aconteciam os ensaios comunitários, onde bandas de amigos ensaivam juntos, com o mesmo equipamento. Esse início foi em 1998. A banda começou com Diego (bateria), Cleiton (baixo) e Pimpo (guitarra), depois eu entrei (Enrique - vocal), sendo que já tocaram com a gente o Daniel (amigo do bairro e excelente músico), o Mauro (que fez alguns músicas da 1ª demo, e hoje mora em Santos-SP), tivemos dificuldade de formação, já fomos um trio (sem baixo), e em 2002 a banda se reorganizou, convidando Tomaz (Pictures e ex-Disturbio Social) para a guitarra e Adaulba (The Riotters) para o baixo. Desde então fizemos alguns sons, estes já registrados em um futuro material que sairá em breve, e também fazendo muitos shows.
2) Por que o nome DxDxO?
Esse nome quem criou foi o Diego Gordo, segundo ele, o nome surgiu durante uma apresentação de punk rock, acho que da banda PD (se não me engano), em que ele estava com dor de ouvido e viu nisso um bom nome para uma banda punk.
3) Quais foram as principais influências de vocês sonoramente, e se tiver, ideologicamente.
No começo as influências eram de punk nacional e internacional. Uma influência minha é o grindcore, hardcore e metal, que aos poucos foi se incorporando nos sons. Hoje, posso dizer que temos uma influência de punk rock, hardcore, grindcore e metal. Quanto a ideologia, atualmente sigo a do respeito, respeitando opiniões alheias mas tendo a minha própria, frutos de diversas observações e análises da realidade. A banda tem uma ideologia semelhante, respeitando a todos desde que respeitados.
4) Quais as principais diferenças da cena em Campo Grande desde que vocês surgiram e agora, já que o DxDxO está na ativa desde 1998.
Em 1998 existiam menos bandas. Na época, rolava sempre som punk com Impossíveis, Crazy Dick, HxIxVx, PxDx e No Pride. Todo mundo ia nos shows, e essa galera mesmo que ia começou a formar bandas, o que ampliou o conjunto de bandas punks, Mulekes Sarnentus, Fuck Society, DxDxOx e mais outras. Não existia uma exposição tanta a internet e a conhecimento, ficando mais restrito conhecer bandas e contatos às antigas cartas e trocas de som. Hoje existem mais bandas, mais gente produzindo um som dentro do punk rock e hardcore em geral, o acesso a informação é bem mais fácil, só baixar mp3. Mas lógico, isso não tira o mérito da galera que está aí na ativa a mil por hora fazendo esse "movimento" em Campo Grande, que está muito legal.
5) No que são baseadas as letras do DxDxO?
Algumas eram/são baseadas em paralelos de quadrinhos e coisas reais, outras refletem opiniões pessoais de quem as escreveu. Não levantamos bandeiras ou pregamos algo nas letras, apenas falam de coisas importantes para nós.
DxDxOx6) Como está sendo o processo de gravação do CD de vocês.
O CD está sendo feito em um estúdio profissional, o House Rec estúdio do amigo Daniel (excelente músico graduado e também conhecedor de "som pesado"). Atualmente (Outubro de 2006) está na fase de mixagem e inclusão de samplers e vocais adicionais (participações), em breve faremos a masterização para começar a divulgar junto aos possíveis parceiros de lançamento e também na internet/mídia/amigos.

7) Como vocês encaram o lance de serem chamados de: "representantes do underground em Campo Grande", "mestres do punk da capital " entre outros?
Bom Yuri, na verdade eu discordo disso em absoluto, até porquê o punk hardcore pra mim é uma coisa livre de mestres e regras. Talvez o pessoal respeite pelo fato de nós estarmos aí desde 1998 sem desistir (o que quase já aconteceu um monte de vezes) e ter bastante contatos com bandas e amigos fora do Estado e do País (e um monte de tape, participações em coletâneas, etc, tudo no faça-você-mesmo), mas junto com a gente desde aquela época estão na ativa Os Impossíveis, o Crazy Dick, o HxIxVx retornando, todas bandas com gente com mais de 25/26 anos (ou mais...) que estão nessa não por moda, mas por acreditar e gosto mesmo. Lógico que isso não tira o mérito das bandas novas da galera, todos tem sua importância e uma mensagem a passar, que eu acho super válido e mantém ativo o "espírito punk" do faça-você-mesmo.
8) Os integrantes do DxDxOx também estão em outros projetos de banda. Quais são eles?
Sim, a saber: Tomaz: faz vocal na banda PICTURES (hardcore); Diego e Adaulba fazem parte do THE RIOTTERS (punk rock) e eu Enrique faço parte do DEATH TO GOD (grindcore), toquei no JÄPÜRÄ NOISE PROJECT (noise-grindcore), e toco bateria no SATAN VIVE! (noisecore).
DxDxOx9) E os materiais do DxDxOx como estão e quais são?
Para sair não temos nada em vista, mas possuímos alguns lançamentos, coletâneas e splits:
* tape "Perturbação demo reh." - Nöise Mesmo Records - 1999
* Split tape/cd-r w/ Access Of Denial - Nöise Mesmo Records - 2000
* cd comp. (1 song) "NOISE FOR DEAF III" - Rotthenness Records - 2000
* tape "Unreleased Songs w/ Sampler" - Nöise Mesmo Records - 2001
* cd-r comp. (1 song) "THE YOUTH SHALL SING International DIY HxCx/Punk" -
STOP'N GO! FANZINE - Indonesia - 2002
* tape comp. (2 songs) "CGZINE Compilation HARDCORE vs. GRINDCORE" - Nöise
Mesmo Records - 2003
* cd-r/tape comp. (2 songs) "Setembro Hc Caos Vol. 4" - Setembro Hc Caos
Records - Brasil - 2004
* cd-r comp. (2 songs) "Won't give it and won't fuckin take it!" - Noise
Attack Records - Filipinas - 2004
* coletanea Virtual ZONA PUNK vol. 2 - www.zonapunk.com.br
* coletanea Virtual Fuckkk - www.fuckkk.com.br
* split tape/cd-r w/ MONSTROMORGUE - Nöise Mesmo Records - 2004
* 4 way tape w/ JÄPÜRÄ NOISE PROJECT/PãoXCircoXViolência/CosmeDamião - Nöise
Mesmo Records/Bandana Records/ElvisCore Records - 2004
* cd-r comp. (3 songs) "Destroy Music Now for a Better World Tomorrow #2" -
DMN! Records - Brasil - 2004
* 3 way cd-r ANARKITRAN (Chile) / DxDxOx (Brasil) / GROTESKO (Chile) "Num
Fuck!!" - Impetigo Prod. - Chile - 2005
* DxDxOx / VOZES DU ALÉN (PA) / DEMIAN (SP) / DISSECT (Finland) 4 way split
cd-r By Purgatorius Records
* Coletânea HARDCORE MS (2 songs) - TOP SOM ESTÚDIO - 2006
A maioria está disponível comigo mesmo, só entrar em contato.

10) Espaço livre e contatos:
Valeu Yuri pela oportunidade e seu apoio constante para a banda! Quem quiser entrar em contato fique a vontade. Em breve teremos um novo material por aí, fiquem atentos! SEJAM VOCÊS MESMOS! E não vão pela cabeça dos outros, isso que vale!


Contatos:
e-mail: enriqueddo@hotmail.com    
Site: www.dordeouvido.cjb.net
myspace:
www.myspace.com/dordeouvido
TramaVirtual:
www.tramavirtual.com/dxdxox


Voltar