Entrevistas:  Resistência Punk

Por Plebe

1) Como nasceu a Resistência Punk?
A banda foi idealizada por mim (Sapo) e pelo Bolacha, a gente estava sempre tirando uns sons juntos em um ensaio de outra banda, na verdade um grupo de amigos que nos sábados se juntavam para fazer um som. Em um rolê em São Paulo no 1º Festival SP Punk a gente decidiu montar a banda. Em março de 2001 se deu início a este projeto que nos rendeu boas amizades, vários rolês firmezas e muitos bons momentos. A banda chamava-se Resistentes, mas descobrimos que em Goiás tinha uma banda com este nome então assumimos o nome Resistência que pelo mesmo motivo foi trocado para Resistência Punk.
2) Quem faz as músicas?
A maioria das músicas e letras são feitas por mim, mas é aquela coisa na hora de ensaiar a gente acaba mudando muita coisa, alguma palavra... acrescenta alguma frase, muda uma notinha. Então acaba que as músicas são criadas por todos.
3) A banda tem CDs? Comente-os.
Nunca gravamos nenhum CD tipo prensadinho e tal. E também acho que nem vale a pena não, isso eleva e muito o preço do CD. Bem, vai lá:
- K7 Realidade (ainda como Resistentes) –
Conta com Gabriela e Carlinhos nos vocais, Sapo (guitarra), Bolacha (bateria) e Juninho (baixo). Foi o primeiro material gravado por nós, conta com 7 sons todas com a mesma "pegada" que temos até hoje. Um Punk Rock cru e com letras anarquistas.
- CD Revolucionar é Preciso (ao vivo) - Esse play conta com quase a mesma formação do K7 Realidade, só que agora só com a Gabriela nos vocais. Foi gravado ao vivo em um pico aqui em Curitiba.
- CD A Vida No Esgoto - Agora com Bettega no vocal. Este play tem 8 músicas e foi gravado em estúdio, um vocal masculino mudou muito a cara da banda.
- CD Compilação 2001-2003 - Esse foi o play que mais saiu. A gente lançou mais de 400 cópias deste CD. Ela conta com várias músicas desde o início da banda.
Aí também tem algumas coletâneas que participamos, "is getting closer to us / está cada vez mais perto", "tributo a DZK", "compilação do zine lixeira humana", e outros.
4) Participam de algum movimento? Todos são Punks?
Todos nós somos do Movimento Punk.
5) Pretendem fazer algum show em Salvador ou na Bahia?
Lógico, o foda é o custo né? Alguns sons a gente recebe uma ajuda de custo pra transporte, mas é difícil conseguir grana para pagar 100% dos gastos nossos, a gente sabe que é difícil porque também organizamos sons por aqui e nunca conseguimos arcar com 100% dos custos de transporte. Tenho alguns contatos no norte, noroeste, nordeste, mas são regiões muito distantes e precisa de uma $$$ violenta pra ir para estes lugares, além disso, tem a questão do trampo, todo mundo trabalha e tem que ser em um feriado ou quado todos estiverem de férias. Mas um dia iremos, tem muito tempo pela frente ainda.
6) Considerações finais e agradecimentos:
É um puta prazer em estar respondendo perguntas para o Boca Suja, muito bom saber que têm pessoas do outro lado do país a km de distância que curtem o som da Resistência Punk, e isso só é possível por causa de caras como você (Plebe) que atua na cena punk com fanzines, distros, selos, bandas, etc. Valeu o apoio, muito obrigado. Êrrraaaa Punk!

e-mail: resistencia_punk@terra.com.br e nilsohc@bol.com.br
Site: www.resistenciapunkrock.cjb.net

Voltar