Matérias: Mídia X Beleza

Então... O que podemos chamar de beleza? Mulheres loiras de olhos claros com corpos esculturais? Homens malhados e muito sensuais? Isso será o que você acha, ou o que a mídia lhe estipula? Como alguém já dizia, beleza está nos olhos de quem vê!
Hoje em dia a mídia estipula a sociedade, valores morais, sociais e na maioria das vezes preconceituosos, um bom exemplo dessa manipulação preconceituosa foi o beijo gay na novela "América" da rede globo, sabemos que hoje em dia a homossexualidade se vê em qualquer esquina, e por que esconder isso? Afinal novelas na maioria das vezes não refletem a realidade?
Continuando na novela global "América" vemos também o aumento em massa atual dos Rodeios, algo que para mim não é cultura, afinal o animal sofre, porém mais detalhes podemos deixar para outro momento.
Citando outro exemplo rápido, raramente (hoje podemos dizer raramente, já tem uma propaganda sem esse tipo de ilusão, da marca "Dove") as propagandas mostram mulheres, muito bonitas, sim não vou ser hipócrita em falar que são feias, porém tem algo que vale muito mais do que beleza, algo que hoje em dia foi muito esquecido, se chama Conteúdo, inteligência, afinal minhas caras mulheres que estão lendo, a bunda cai, mas a cabeça fica!
Ainda na mesmo assunto sobre essa ilusão que a mídia nos proporciona, sempre vemos mulheres com carinha de "- Me coma!", com bunda e seios grandes, mas será esse o padrão brasileiro? Mulheres que são mulheres, ficam com pele e cabelos feios, os peitos obedecem a gravidade, a "gordurinha" na lateral fica mais visível... Mas será tudo isso um defeito?
Defeito são mulheres fabricadas pela mídia, para de uma forma de prostituição agradar esse grande mercado do capital aonde uma lindo seio é mais valorizado do que a cultura.
Mulheres que são mulheres tem que ter orgulho de quem são, da celulite que tem, da estria que tem, da ruga que tem... Pois não fomos programados para sempre sermos belos por fora, e com certeza fomos programados para sermos belos por dentro.


Por: Lucas Magno


Voltar