Movimentos: Feminismo

Feminismo é uma teoria social, uma corrente filosófica e um movimento político. Formado e motivado primeiramente a partir de experiências da mulher, ele apresenta uma crítica à desigualdade social dos sexos (numa perspectiva sociológica de gênero) e promove os direitos das mulheres, seus temas e interesses. Cartaz do movimento feministaAs autoras (e os autores) do feminismo tentam compreender a natureza da desigualdade e enfocam a política dos sexos, relações de poder e sexualidade. Activistas políticas feministas advogam a igualdade social, política e económica entre os sexos, inscrita inclusivamente nas constituições e tratados internacionais. Tentam esclarecer questões sobre temas como direitos reprodutivos, a posição da mulher como objecto (essencialmente sexual), violência sexual e doméstica, licença pós-parto, igualdade salarial, assédio sexual, discriminação no local de trabalho, pornografia e o patriarcalismo. As bases do feminismo se assentam na idéia de que a sociedade é organizada de forma patriarcal, em que o homem recebe vantagens sobre a mulher. A teoria feminista moderna é predominantemente, embora não exclusivamente, associada a teóricas e teóricos acadêmicas de classe média, no ocidente. O feminismo no entanto é profundamente amplo e enraizado na sociedade, estendendo-se através das fronteiras de classe, raça ou localidade. O movimento tem especificidade cultural, procurando questionar os tópicos relativos à posição da mulher na sociedade em questão (por exemplo, quando trata de mutilação sexual em sociedades onde isso acontece, ou o sexismo das sociedades ocidentais). Alguns temas, entretanto, são universais, como estupro, incesto, aborto, criação de filhos, etc.


Voltar