Movimentos: Hardline

O Hardline talvez seja a coisa que mais "queimou o filme" do Straight Edge até hoje. As pessoas costumam pensar que hardline é apenas um "sXe malvadão e intolerante", mas isso não é verdade, pois como veremos adiante, hardline é uma coisa e straight edge é outra.
Hardline é o nome de um movimento surgido no final dos anos 80, e popularizado dentro da cena Straight Edge, mas que não se enxerga como parte dela. Tudo começou com a banda Vegan Reich, inicialmente um grupo anarco-punk vegetariano, cujo vocalista Sean, um dia sentiu a necessidade de elaborar uma nova doutrina que englobasse aspectos políticos e espirituais além da liberação animal, para a partir daí estabelecer uma nova sociedade no planeta terra. Sean então escreveu um zine chamado "Vanguard" e fundou o movimento através das seguintes palavras: "chegou a hora de um movimento e de uma ideologia fortes o bastante para batalhar contra as forças do mal que estão destruindo a terra e a vida que há sobre ela".
O hardline enxerga que todos os problemas do mundo moderno são decorrentes de "transgressões do homem contra as leis da natureza", e quer fazer uma revolução para fundar uma nova sociedade onde as tais "leis da natureza" sejam respeitadas. Um membro do hardline deve ser livre de drogas, vegan, não praticar sexo que não seja para reprodução (ou seja, homossexualismo nem pensar), comer apenas alimentos integrais, praticar exercícios físicos, ser contra o aborto em qualquer caso (segundo eles o feto é uma "vida inocente"). Um hardliner também cultiva a espiritualidade, acredita em algum tipo de deus (que personifica a tal "ordem natural"), e acha que seus pontos de vista devem ser colocados em prática a qualquer custo. Segundo eles, o mundo deverá passar por uma "ditadura vegan", que irá educar ou eliminar todos os "transgressores", e assim recuperar a ordem natural do planeta.
Eu não preciso nem dizer que praticamente todo mundo que não é adepto dessa doutrina (ou seja, quase todo mundo mesmo, pois o hardline, mesmo em seu auge, nunca conseguiu ter muito mais do que uns 100 adeptos pelo mundo ao mesmo tempo - já que muita gente entrava e saía) a considera uma maluquice sem igual, homofóbica (afinal, homossexuais não podem se reproduzir entre si, sendo para o hardline, pessoas "anti-naturais"), anti-mulher (por serem contra o aborto em qualquer caso), autoritária (querem forçar visões religiosas e preconceituosas através de uma "ditadura)… enfim, o hardline sempre foi totalmente execrado por praticamente todos os segmentos da cena Straight Edge. Pelo que eu ouvi falar, foi oficialmente encerrado há alguns anos, pois houve uma divisão entre os militantes. Alguns (como Sean, do Vegan Reich, o criador do movimento) aderiram ao Islamismo, enquanto outros ex-membros seguiram caminhos diversos.
O fato é que o hardline sempre foi muito maior em rodas de conversa do que na vida real. Até hoje há quem veja o hardline como um grande perigo para o hardcore, mas em primeiro lugar o movimento acabou, e em segundo lugar, o fato é que o número de adeptos sempre foi tão reduzido que por mais perigosa e que a ideologia deles pudesse ser, na prática eles nunca foram muito mais do que uma anedota para a cena sXe.
O hardline faz parte do Straight Edge?
Não. Nem eles querem ser parte do sXe, e nem a cena sXe quer ter nada a ver com eles (como está historicamente comprovado pelo mundo afora). Segundo um militante hardline norte-americano que eu mesmo entrevistei em 1996 "O hardline não é de maneira nenhuma ligado ao sXe, exceto pelo fato de ser um movimento livre de drogas". A maioria dos hardliners saiu de fato da cena sXe, mas o hardline em si é uma OUTRA coisa.


Voltar