Resenhas: Cds: Jäpürä Noise Project & Fuck Society

Esse split é muito foda. Gravado ao vivo no Kabulosos Ground Show #4, aí estão duas bandas clássicas de campo grind. O Split contém 25 sons, sendo 15 do JxPxNx e 10 do Fuck Society.
JxNxPx: a banda ideal pra quem curti os clássicos do grindcore, principalmente na fase inicial. O JxNxPx era (a banda acabou!) Enrique (Atual DxDxOx, vocal e guitarra), Artur Rattun (batera) e Xande Riotter (baixo). Os caras abrem o split com paulada, como a maioria das bandas do estilo noise/grind, a banda toca suas músicas (?) próprias e dois covers, sendo eles um do Cripple Bastards e um do Fuck On The Beach, banda com letras críticas de protesto mesmo, tanto sobre nossa realidade quanto ao movimento punk.
Fuck Society: O Fuck também não deixa a desejar, o som é muito pesado. Com influências de punk rock à noise, a banda é clássica e tem letras críticas também. O Fuck era (também acabou, mas dizem que podem voltar, estão na correria) Mão (vocal), Molinha (guitarra), Indolente (baixo) e bebezão (bateria). O Fuck toca músicas próprias e covers, entre eles a abertura pra o fans do grunge: Last Kiss do Pearl Jam numa versão terrorista, assim como todos seus outros sons covers, como Olho Seco, HxIxVx e NYAB.
O Split é muito foda, totalmente indicável para os que curtem música feia, de protesto e gritaria. A arte é massa, em preto e branco, com as letras das duas bandas, e capa para psicopatas, assim como o split, violência sonora do ínicio ao fim.
Para adquiri-lo falae com o Enrique do DxDxOx.
Rua Albert Sabin, 1048
79090-160
Campo Grande/MS
Brasil
e-mail: enriqueddo@hotmail.com



Por: Yuri Rodrigo Andrade Caldeira


Voltar